fbpx
Guia dos Cachos Vermelhos I - Como conseguir o tom ideal

Guia dos Cachos Vermelhos I – Como conseguir o tom ideal

Mamãe, quero ser ruiva! Mas como chegar no tom ideal sem danificar os fios?  Como cuidar do cabelo depois da coloração? Vai prejudicar os meus cachos? Precisa descolorir? Essa e outras perguntas serão respondidas no nosso Guia dos Cachos vermelhos.

Este é o primeiro post de uma série de 3, que farei sobre minha experiência com cabelos vermelhos. Se você me acompanhava no blog Cacheia, já deve ter visto alguns posts sobre o tema. Vou tentar reuni-los, e fazer um guia completo sobre como colorir as madeixas e alcançar o tom dos seus sonhos.

Antes de tudo, vou falar de forma bastante simplificada sobre colorações e nuances. Saber isso é muito importante para conseguir identificar as numerações que vem nas tinturas.

cores-e-nuances

As Cores ou Tons, também chamadas de Cores Base, são representadas pelo primeiro número e organizadas em ordem crescente do mais escuro ao mais claro.

As nuances são os números que vem depois do ponto (.) e simbolizam os reflexos que são combinados com a cor base.

cores e nuances

Para conseguir chegar ao vermelho, é preciso utilizar a nuance .6, que pode vir misturada com outra nuance, como por exemplo o .62 (vermelho + violeta)

cores-e-nuances1

Resumindo, existe uma possibilidade imensa de combinações e nuances para você escolher. Agora que você já sabe disso, vamos falar de outros aspectos importantíssimos que interferem no resultado final da coloração.

  • Vá com calma

A primeira coisa que você precisa saber, é que seu cabelo não vai ficar com aquele tom de vermelho super vibrante na primeira vez que você pintar. Por isso, o ideal é ter muita calma e ir clareando o cabelo aos poucos para não danificar os fios.

  • Vou precisar descolorir?

Essa, sem dúvidas é uma das perguntas que mais escuto quando o assunto é o tom do meu cabelo. Antes de tudo, você precisa ter uma coisa em mente: tinta não clareia tinta! Por isso, dependendo da situação, a descoloração é necessária. Mas existem muitas maneiras menos agressivas de clarear o cabelo.

Se seu cabelo for virgem

Caso você nunca tenha usado coloração antes, você pode optar por usar uma tinta de tom mais claro que pode clarear até 3 tons. Outra opção é utilizar uma ox (oxigenada) mais forte.

Se seu cabelo for tingido

Nesse caso, fica impossível clareá-lo com outra coloração, daí pode ser que você precise descolorir. Mas isso vai depender muito da saúde do seu cabelo. A descoloração é um processo extremamente agressivo e se não for feita de maneira correta ou caso o cabelo esteja fragilizado ou possua alguma química incompatível, ele pode danificar (e muito).

dekapcolor yamáUma opção para minimizar os danos, é o DekapColor da Yamá. Ele não descolore cabelos virgens, mas tira o pigmento dos fios já coloridos.

O que diz o fabricante: O DekapColor foi o primeiro produto no Brasil a trazer para você o conceito de “Limpeza de Coloração”. Sua função não é descolorir os cabelos, mas sim remover (por meio de uma limpeza profunda) os pigmentos artificiais deixados pelas colorações aplicadas. Assim você recupera a saúde dos fios, e deixa seu cabelo pronto para uma nova coloração com muito mais brilho e intensidade. Você encontra DekapColor nas versões 400ml e 120ml.

 

  • Resolvi descolorir, e agora?

Se mesmo depois de todas essas opções você ainda achar que deve descolorir o seu cabelo, vamos lá!

Primeiro é importante ter certeza que seu cabelo está saudável o suficiente para ser descolorido. Depois, faça o teste de mechas para ver a reação do seu cabelo ao produto. É nessa hora que você vai observar a velocidade do processo, o tom que seu cabelo irá atingir e ajustar de acordo com o que você deseja.

  • OBS: Se você não possui experiência, procure um profissional para te ajudar no processo e mesmo no salão, SEMPRE faça o teste de mechas para evitar danos maiores.

Para o processo de descoloração você vai precisar de Pó-descolorante e Oxigenada. Opte por produtos de qualidade e que você confie. Eles garantem um resultado satisfatório e evitam que o cabelo danifique.

Pó-descolorante: Quanto mais rápido o pó agir, melhor o resultado. O ideal é que o processo dure no máximo 30 minutos. Quando o produto passa muito tempo no cabelo, a probabilidade de danifica-lo é maior. Algumas sugestões de produtos:

Pós-descolorantes

Oxigenada: Quanto maior o volume, maior a capacidade de clareamento.

água-oxigenada

  • Diferença entre tintura e tonalizante

O tonalizante é uma tintura semi permanente, sem amônia que pigmenta a parte externa dos fios. Ou seja, ele age como uma maquiagem deixando apenas um reflexo no cabelo. Por esse motivo, sai com mais facilidade e não danifica. As tinturas são permanentes e podem clarear o cabelo natural até 3 tons, elas agem na parte interna dos fios e duram mais tempo.

  • Quando usar tonalizante?

Se o seu cabelo natural já tiver a base clara ou você tiver feito algum processo para clareá-lo, o tonalizante pode deixar o seu cabelo na cor que você espera. Se o seu cabelo for escuro e  pretende apenas deixa-lo com alguns reflexos, também funciona muito bem (principalmente no sol ou em ambientes mais claros).

Você também pode usar tonalizantes para escurecer ou cabelo sem agredir muito. Mas lembre-se que eles saem com facilidade. Então, não se assuste se ao tomar banho sua cor descer toda pelo ralo!

  • Qual a melhor tintura?

Isso depende muito do resultado que você pretende atingir e do quanto pode investir. O meu conselho é optar por tinturas profissionais, que duram mais tempo no cabelo, desbotam menos e deixam o resultado mais próximo do esperado. As tinturas profissionais podem ser facilmente encontradas em lojas de cosméticos e não vem acompanhadas da oxigenada. Por isso, é preciso investir numa ox também.

Eu utilizo a Kostume Kolor e tenho gostado muito, pois ela não deixa o cabelo ressecado após o uso. Ela custa cerca de R$ 18,00 a R$ 19,00 e eu achei na Casanostra Cosméticos a ox de 1 litro (isso dura uma eternidade) por R$25.49. Ou seja, o custo/benefício é muito bom, já que as tinturas não-profissionais tendem a desbotar com muita facilidade. Algumas marcas de tinturas profissionais fáceis de encontrar:

Tinturas

  • O tom ideal

Eu já ouvi milhares de vezes que o tom da minha pele não combina com essa ou aquela cor de cabelo. E antes que haja mal entendidos, fica expressamente proibido esse tipo de comentário aqui no Desventuras de uma Cacheada. Já cansei de falar que cada um tem que fazer o que quiser com seu cabelo (Veja o post Seu cabelo, suas regras), e isso vale também para a escolha da cor. Dito isso, vamos ao que interessa!

Lá no comecinho do post, vimos um pouco sobre Cores Base e Nuances, e são elas que vão definir o tom de vermelho que você pretende utilizar. Trouxe a tabela de vermelhos da Kostume Kolor (que é a tintura que eu estou utilizando no momento), para mostrar para vocês.

 

Exemplos

Percebam que a medida que a cor base vai clareando, o vermelho fica mais intenso e que os reflexos, também influenciam na cor. A partir dessas nuances, existem muitas possibilidades e misturas, é só escolher o que mais te agrada. Eu estou usando o 8.62 misturado com o Pink, cor fantasia que eu vou explicar para vocês agora.

  • Tons fantasia

Os tons fantasias, são aqueles que não são tão convencionai. Como o rosa, verde, roxo, azul, laranja etc. Geralmente, as tintas fantasia, são pigmentos puros (como é o caso da Crazy Color da Kostume), ou tonalizantes. Por isso, o cabelo já deve estar com o fundo claro para chegar no tom desejado. Prometo que vou fazer um post só sobre isso!

cores-fantasia

Durante os 4 anos que utilizo o cabelo vermelho, já usei vários tons. Alguns consegui por acaso, outros foram muito bem pensados.

Meis-tons-de-cabelo

  • Seu cabelo não é como o meu cabelo

Uma coisa que é muito importante dizer, é que cada cabelo reage diferente aos produtos e tratamentos. Isso também é valido para a cor. Eu pinto meu cabelo de vermelho a 4 anos, e as vezes, até a mesma tintura fica com a tonalidade diferente. Por isso, muitas meninas se baseiam em fotos ou em outras pessoas, mas acabam se frustrando.

Provavelmente seu cabelo não vai ficar idêntico ao da inspiração ou ao rótulo da Caixinha de tinta, mesmo se o processo de coloração tenha sido seguido à risca.

Untitled-21

Espero que tenham gostado do post e que tenham aprendido com ele. Semana que vem teremos o Guia dos cachos vermelhos II – Manutenção e cuidados com o cabelo pós coloração. Fiquem ligadinhxs!

Veja também:

FAQ: Cabelo crespo/cacheado e vermelho, pode?
Como pintar o cabelo de roxo com Violeta Genciana

Facebook Comments

Ster Nascimento, 22 anos. Gosto do meu cabelo cacheado, do meu descontrole sem pé nem cabeça, do meu 8 ou 80 e da minha zarreza perceptível. As vezes sou um amor de pessoa.

Deixe uma resposta