fbpx
Pesquisar

Desabafo – O caso de racismo contra Tais Araujo

Esse fim de semana precisei me desligar um pouco de tudo e todos. Estava exausta, a ponto de explodir.

Ao acordar segunda de manhã, fiquei surpresa com a quantidade de ligações, marcações no facebook e mensagens no Wpp. Dizem que notícia ruim chega rápido, né? Me assustei e corri pra ver o que havia ocorrido.

Li cada comentário, cada notícia, cada mensagem de indignação.E quando percebi, algumas lágrimas corriam pelos meus olhos. E não era por causa da lindíssima e maravilhosa Tais Araújo. Me entristeci sim pelo que aconteceu. Mas naquele momento, só conseguia lembrar da semana anterior, em que algumas colegas de faculdade tentaram me diminuir e liberaram uma porção de veneno preconceituoso. 

Na hora não me abalou tanto, sabe. Mas se a gente for parar pra pensar,na quantidade de MULHERES que passam por isso diariamente, percebemos o quão trágica é a situação do nosso país. País esse, que julga desnecessário falar de um assunto que pela pouca repercussão nas mídias, parece ser quase utopia. Mas não é. O caso da Taís, assim como o da Maju e alguns outros que vemos destacados nas notícias, não são incidentes isolados. Esse tipo de coisa, acontece todos os dias bem perto da gente. E para manter a postura de país cordial, livre de preconceitos, onde o racismo ficou na história do período da escravidão, abafamos o caso e ignoramos como se não fosse importante.

Fico muito chateada e imensamente comovida com o que aconteceu com a Tais. Mas é bom que repercuta, pra vocês entenderem que o assunto RACISMO precisa ser levado às pautas.

tais araujo é vitima de racismo
Comentários na foto do perfil da Tais Araujo – Fonte: O Globo

 

Ontem, fiquei muito magoada quando alguém que amo muito, me julgou superficial por defender tanto a estética negra. Eu sei que falar de estética, de cabelo, de amor próprio parece raso demais quando se trata de um assunto tão complexo. Mas é um pequeno começo, pra vocês engatarem a marcha e descobrirem a necessidade de falarmos de EMPODERAMENTO FEMININO NEGRO. Quando assumi o meu cabelo, eu tive a certeza que não deveria parar por aqui. Foi só um passo de desconstrução, um grito ainda abafado, pra tentar deixar bem claro que “RACISTAS NÃO PASSARÃO!” 

Tais Araujo sofre Racismo

 

Bom, esse foi só um pequeno desabafo sobre o caso de racismo contra Taís Araujo, estava engasgado aqui na minha garganta e eu precisava falar! Beijo :*

Facebook Comments
Ster Nascimento

Ster Nascimento, 26 anos. Gosto do meu cabelo cacheado, do meu descontrole sem pé nem cabeça, do meu 8 ou 80 e da minha zarreza perceptível. As vezes sou um amor de pessoa.

2 Comments
  1. Sabrina Luisa

    4 de novembro de 2015 15:35

    Fico indignada com tamanha ignorância do ser humano,desde quando cor e raça é define o que somos,isso é um absurdo.
    Só Deus para ter misericórdia,porque está difícil viver em um mundo cheio de preconceitos.

    • Ster Nascimento

      5 de novembro de 2015 09:54

      Realmente, até agora fico tentando entender o que leva as pessoas a fazer esse tipo e coisa. É inexplicável!

Deixe uma resposta