fbpx
Coisas que toda Crespa/Cacheada precisa saber

Coisas que toda Crespa/Cacheada precisa saber

Existem mil e uma dicas muito importantes voltadas para os cuidados com os cabelos crespos e cacheados, mas hoje, resolvi reunir algumas dicas que acho imprescindíveis que toda crespa/cacheada precisa saber.

 

1- Entre na transição capilar para assumir o seu cabelo natural e não para ter cachos.

Afinal, não adianta sair da ditadura do liso, para entrar na ditadura dos cachos. Ame seu cabelo do jeito que ele é e aceite todas as particularidades dele. Você pode entender mais um pouco do assunto, lendo esses posts do blog Cacheia:

O cabelo tipo 4 e a hierarquização da textura capilar

Sobre o ato de cachear – Ditadura ou reação?

Eu nou sou a Taylor Swift

 

2- Você não precisa ter cachos perfeitos

Ninguém precisa! Nem cachos perfeitos, nem super definição, nem nenhum tipo de padrão que te aprisione ou te force a ser algo que não é ou ter uma característica que não é a sua natural, como falei no vídeo: A síndrome do cacho perfeito.

Sobre isso, lá no cacheia tem um post que expõe muito bem isso: A ditadura do cacho perfeito

 

3- Cabelo crespo/cacheado não é moda

Já falei isso um milhão de vezes (veja o vídeo aqui)! Não se trata de moda, é identidade e resistência. É se cansar desse padrão e querer se libertar, ser você mesmo. Se amar mais.

Sugiro as seguintes leituras no Blog Cacheia:

Cabelo crespo/cacheado: identidade ou modinha?

Cabelo crespo está na moda?

 

4- Passe longe do preconceito contra alisadas

Sobre isso, é muito simples entender: você passou a vida quase toda alisando o cabelo e resolve assumir o natural. Agora quer julgar quem toma uma decisão diferente da sua? Só rindo né!

Falei sobre isso lá no Blog Cacheia no post: Posso alisar o meu cabelo?

Bom, fiz um vídeo lá no canal sobre isso. Dá uma olhadinha:

Ha, não se esqueçam de se inscrever no canal e de falar nos comentários quais são as coisas mais importantes para nós que assumimos nossa cabeleira.

 

Facebook Comments

Ster Nascimento, 22 anos. Gosto do meu cabelo cacheado, do meu descontrole sem pé nem cabeça, do meu 8 ou 80 e da minha zarreza perceptível. As vezes sou um amor de pessoa.

Deixe uma resposta